Búsqueda personalizada

Páginas

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Sonhar que maltrata um filho mas que na verdade jamais faria isso, neste caso

"Olá querida.. estava aflita procurando uma interpretação para o meu sonho
e encontrei seu blog. Adorei!! Espero que possa me dar uma luz! =D

Essa noite tive um sonho muito estranho e que me deixou mal.. e ainda estou assim.
Sonhei que estava em cima do muro de minha casa e que meu filho de 3a havia subido também
e estava do meu lado. Falávamos algo, mas não escutava nada...
Parecia estar brava ou algo assim...
E logo empurrei meu filho lá de cima. Ele caiu de cabeça.
Machucou as costas, as pernas e ficou com a cabeça amassada.
Ele não morreu e logo apareceu todo enfaixado. No sonho eu estava indiferente aquilo.
Mas acordei com uma sensação terrível!
Me senti péssima, indignada com minha atitude no sonho..."
L.

Olá L.,

No sonhos tomamos atitudes que jamais faríamos na realidade. Isso não quer dizer que algum dia você teria coragem para tal. Mas sim que o seu espírito e a do seu filho já viveram vidas que este ato não seria questionado. É como se estivessem em uma disputa de território.

Simbolicamente, aparece você como mãe, lhe tentando mostrar quem manda, e ele como filho é posto como vítima no seu sonho. Totalmente fragilizado e submisso.

Os atos nos sonhos não podem ser interpretados como um ato de que um dia possa ser real, mas sim o sentimento que possa vir dali. Ou seja, o mais importante no sonho, foi o sentimento final: indiferença.

Não se preocupe com isso a ponto de levar por toda a vida esta terrível sensação, Laura. Um sonho é uma comunicação espiritual de você para você mesma. Por acaso me contou, mas estou aqui apenas para lhe lembrar que se você sonhou é porque ainda tem chance de recuperar o que está quase a perder: a confiança do seu filho!

Um beijo grande, linda!

Joice Worm

2 comentários:

L. disse...

Muito obrigado meu anjo, me ajudou muito... e me fez refletir ainda mais!
Engraçado você colocar: "se você sonhou é porque ainda tem chance de recuperar
o que está quase a perder: a confiança do seu filho!"
Nessa última semana analisei muito minhas atitudes em relação ao meu filho.
Minha maneira de querer impor a ele o que eu penso que é certo e pronto acabou!
Percebi que só estava batendo de frente com ele e que daquele modo não iria conseguir nada.
Apenas o que você disse, perder a confiança dele.
Parei de dar ordem, mandar, obrigar ele a aceitar tudo o que eu digo
sem nem ao menos respeita-lo.
Seus sentimentos, a personalidade, a opinião, as vontades...
Mesmo tão novo ele já expressa tudo isso.. e eu sempre reprimi...
Agora procuro sempre orientar.. explicar o por que do "não pode" "isso é errado"
"não faça isso" "faça tal coisa"
Minha relação com ele está melhor.
Mesmo com a correria do dia-a-dia e tendo pouco tempo
a dedicar a ele sinto que estamos mais unidos, mais cúmplices.
Só não entendo o por que de só agora eu ter tido esse sonho
e não antes, quando nossa relação estava em atrito constante!
Adorei seu blog! E já recomendei as amigas aflitas por explicações como eu!! rsrs
Tenha uma ótima semana!!!
bjs
L.

Anônimo disse...

Análise estonteneante neste sítio, postagens como aqui está dão motivação a quem ler neste sítio :/
Dá muito mais do teu web site, a todos os teus leitores.